COMO O PILATES PODE ATUAR NO TRATAMENTO PÓS-COVID?



Após a recuperação do Covid, muitos pacientes passam pelo novo desafio que são as sequelas respiratórias, fadigas musculares, dores intensas, perda de memória e até depressão, mais conhecida como SÍNDROME PÓS-COVID.


Alguns estudos mostram que até 80% dos pacientes recuperados sentem ao menos um sintoma até quatro meses após a infecção. Por isso, a indicação do paciente continuar sendo acompanhado pela equipe multidisciplinar.


Os músculos respiratórios também sofrem fadiga e perda de mobilidade. O método pilates através dos exercícios diafragmáticos, respiratórios e sua própria filosofia, consegue potencializar a capacidade de oxigenação do corpo, melhorando a expansão pulmonar e ativação de músculos que auxiliam na respiração e estabilidade do tronco.



Um dos maiores diferenciais da prática é aliar os benefícios da respiração, alinhamento postural e concentração. Por ser uma técnica adaptada para todas as idades, é possível que cada indivíduo pratique de acordo com suas possibilidades, respeitando sempre suas limitações, buscando o bem-estar e evolução de cada aluno.


A avaliação no pilates se torna ainda mais indispensável, pois é nela que o fisioterapeuta vai definir quais exercícios serão aplicados e de que forma serão executados. É a maneira mais segura de montar um protocolo de aula, evolução e Feedback.


Conhece alguém que está sofrendo da síndrome pós-covid? Compartilhe esse conteúdo com ela!



Entre em contato conosco para receber mais dicas!

Telefone: (41) 9-91383040 (Whatsapp e ligação).

Rua General Aristides Athayde Júnior, 317, Bigorrilho

Balance - Postura & Saúde @balancepostura

www.balancepostura.com


Renata Cysne, Fisioterapeuta.

Crefito: 175724F

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo